A nutricionista Nayara Roberta Nunes, especialista em Nutrição Clínica, responde as principais dúvidas sobre reeducação alimentar.

Se você tem dúvidas sobre o assunto, continue com a gente! Vamos conferir quais são as perguntas e as respostas da Dra abaixo:


O que é Reeducação Alimentar?

Reeducação-Alimentar

Reeducação alimentar nada mais é do que a educação nutricional, ou seja, hábitos alimentares saudáveis.

Esses hábitos são adquiridos através de informações fornecidas por um especialista da área de nutrição que auxiliam na tomada de decisão das escolhas alimentares, desenvolvendo hábitos de vida saudável principalmente a alimentação.

A reeducação alimentar não pode ser mensurada somente pela perda de peso que gera e/ou pela redução de medidas, isso porque a reeducação alimentar influencia na mudança de hábitos e escolhas alimentares saudáveis, promovendo a conscientização do que comer e em que hora comer.

Como começar a Reeducação Alimentar?

Antes de começar qualquer dieta, seja ela de perda de peso, de ganho de peso, dieta específicas para doenças crônicas. O Indivíduo (cliente/paciente) deve procurar um especialista capacitado para ajudá-lo nas orientações e auxiliá-lo nas escolhas corretas a se fazer em cada caso.

nutricionista-Reeducação-Alimentar

O Nutricionista tem a capacidade de formular uma dieta individual e atribuída especialmente para cada pessoa.

Hoje em dia com esse boom de dietas e receitas da moda, as pessoas se pegam, muitas vezes iniciando e parando com dietas, muitas vezes não específicas a elas, que deu resultado uma ou duas pessoas, e acaba entrando em um círculo vicioso, ou que também podemos chamar de efeito sanfona, engorda e emagrece.

Por isso, nós nutricionistas sempre enfatizamos a reeducação alimentar como o melhor caminho, criando nas pessoas a liberdade e atitude crítica de tomar decisões e saber escolher, garantindo uma alimentação saudável.

Quais alimentos devo incluir na minha Reeducação alimentar?

o-que-comer-na-reeducacao-alimentar

Conforme o Guia Alimentar da População Brasileira, uma refeição saudável deve ser composta por todos os grupos alimentares e devem incluir muitas variedades de grãos, tubérculos e raízes, legumes e verduras, frutas, leite e derivados, ovos, peixes, carnes e também a água.

Quanto mais colorida e com alimentos in natura* a refeição mais nutritiva. Isso para quem não tem nenhuma restrição alimentar, intolerância ou alergia, por isso cada Orientação Alimentar é específica e deve ser recomendada por um Nutricionista ou especialista da área.

Com que frequência devo me alimentar?

A frequência alimentar varia de pessoa por pessoa a aqueles que sentem a necessidade de se alimentar a cada 3 horas e outros somente realizam as três grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar), que são as mais importantes do dia.

frequência-alimentar

No caso da realização de pequenas refeições, a escolha dos alimentos deve privilegiar os alimentos in natura* ou minimamente processados, evitando alimentos industrializados e muitos calóricos.

Frutas são excelentes alternativas, bem como leite, iogurte natural e castanhas ou nozes, sendo alimentos com alto teor de nutrientes e grande poder de saciedade, além de serem práticos para transportar e consumir.

Importante ressaltar que o Nutricionista é um profissional capacitado para orientar e avaliar cada pessoa, entendendo seus limites e restrições, auxiliando na melhor forma de alimentação para atingir a necessidade de cada um.

*Alimentos in natura: são aqueles obtidos diretamente de plantas ou de animais (como folhas e frutos ou ovos e leite) e adquiridos para consumo sem que tenham sofrido qualquer alteração após deixarem a natureza.


Para acompanhar o trabalho da Dra, curta a sua página no facebook:

www.facebook.com/nutrinayaranunes/